© Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida

Encontro de Associações de Fiéis, Movimentos Eclesiais e Novas Comunidades

 

O Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida convocou os moderadores, presidentes e líderes internacionais de todos os movimentos eclesiais, novas comunidades e associações, reconhecidas ou erigidas pela Santa Sé para uma reunião internacional para refletir sobre o tema “A responsabilidade do governo nas associações leigas”. Um serviço eclesial”. A reunião aconteceu no dia 16 de Setembro de 2021, na Sala do Sínodo no Vaticano.

No início da reunião, a chegada do Santo Padre surpreendeu todos os presentes, que o receberam com calorosos aplausos.

Refletindo sobre o tema do governo como um serviço, o Santo Padre mostrou aos participantes dois obstáculos que podem surgir no exercício do governo: “o desejo de poder” que se manifesta na “ânsia de estar em toda a parte”, que anula todas as formas de subsidiariedade e faz com que os governantes acreditem poder decidir sobre todos os aspectos da vida da associação e dos seus membros; e “deslealdade”, típica daqueles que se fazem intérpretes únicos do carisma e, sob o pretexto de querer servir o Senhor, servem apenas a si próprios. No exercício de uma função governamental, portanto, é necessário aprender, insistiu o Santo Padre, a considerar-se “servos inúteis” (cf. Lc 17,10), a fim de permanecer humilde e dócil à vontade de Deus, como Jesus nos mostrou quando lavou os pés dos seus discípulos.

Veja aqui o discurso completo do Santo Padre.