No dia 26 de setembro de 2020 o Serviço Nacional de Comunhão do CHARIS Brasil (SNCC- Brasil) promoveu um Encontro Nacional Online no Brasil, destinado a todas as expressões da Corrente de Graça.

 

O Encontro, que teve como tema “O amor de Cristo nos uniu”, foi discernido pela Coordenadora Nacional Katia Roldi Zavaris, juntamente com a equipe de serviço do SNCC – Brasil e contou com várias participações, dentre estas: Dom Mário Spaki, Bispo Referencial do CHARIS na CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil); Pe. Alexandre Awi Mello, Secretário do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida; Jean-Luc Moens, Moderador do CHARIS; Gabriela da Rocha Dias, representante da língua portuguesa no Serviço Internacional do CHARIS; além de sacerdotes, membros do SNCC – Brasil, músicos, entre outros irmãos que conduziram o momento com o objetivo de semear o amor e a unidade em toda a Corrente de Graça.

Momentos de oração, louvor, pregações, testemunhos, adoração e um intenso derramamento do Espírito Santo foram vivenciados pelos mais de onze mil participantes do Brasil e de outros países.

Segundo Dom Mário Spaki, o Papa Francisco estabeleceu como um dos objetivos do CHARIS o cuidado, o amor e o carinho pelos pobres. E acrescentou: “Há uma dimensão pessoal e uma dimensão comunitária que precisamos realizar nesta Corrente de Graça, abrindo o nosso coração para acolher o pobre e não o julgar, mas sobretudo amá-lo”.

A participação do Moderador do CHARIS, Jean-Luc Moens trouxe uma partilha especial sobre o questionamento que o Papa Francisco fez sobre a pandemia na Vigília de Pentecostes, quando ele perguntou aos fiéis “como queremos sair dessa pandemia? Melhores ou piores?” Jean-Luc acrescentou: “… é por isso que nos abrimos ao Espírito Santo: para que Ele transforme o nosso coração e nos ajude a sairmos melhores”.

Com as bênçãos de Deus derramadas no evento, Katia Roldi Zavaris em sua mensagem final destacou que “… nesta tarde todos foram atingidos por uma grande onda do amor de Cristo que nos uniu e esta grande onda tem que atingir toda a humanidade”. E completou: “Os campos estão brancos, prontos para a colheita, esperando que nós operários dessa messe, unidos, colhamos todas as almas para o Senhor. E o tempo é agora! O tempo chegou!”

O encontro encerrou com o Angelus, onde foi apresentada a Oração à Maria, Mãe da Unidade, que nasceu do desejo de rezar pedindo a intercessão de Nossa Senhora, uma vez que o encontro foi construído em torno da unidade, que é também um dos pilares do CHARIS.

Que Maria, Mãe da Unidade possa “… encher o nosso coração de amor e de alegria para que a todos anunciemos Cristo e sua divina sabedoria escondida na Cruz”.