22 de maio de 2021
 

Obrigado por me convidarem para me juntar a vós nesta Vigília de Pentecostes enquanto esperam por Jerusalém.

Tal como o Espírito Santo veio sobre Maria, a mãe de nosso Senhor, para que a vida de Cristo fosse concebida para o mundo, assim o mesmo Espírito Santo vem sobre o povo de Deus e dá de novo à luz o corpo de Cristo, para proclamar o amor de Deus e servir o reino de Deus em um mundo necessitado.

Sejamos claros: o Espírito Santo não é propriedade da igreja. O Espírito Santo não está contido dentro das nossas paredes. Aprendi isto, especialmente no último ano, durante o meu serviço como capelão assistente muito inexperiente no hospital local, um enorme hospital, um dos maiores de Londres, durante a pandemia da COVID, e o que eu vi mais claramente, a verdade teológica e prática que emergiu mais profundamente em mim, é ver o trabalho do Espírito Santo para além e à frente da igreja, abrindo o caminho. Essa sensação da presença do Espírito, tal como a senti quando me ajoelhei à cabeceira de uma mulher muçulmana que estava morrendo pelo COVID. Tinham perguntado ao capelão se alguém podia rezar por ela, qualquer um, e eu era esse alguém. O sentido da presença do Espírito era profundo. Uma recordação de Deus que olha para a nossa humanidade.

O Espírito Santo é a liberdade de Deus. Deus, das profundezas do seu ser, chega até nós para nos atrair para a sua vida. Nos usamos todo o tipo de más analogias. Dizemos que o Espírito Santo é o combustível no motor do carro. Não, não, não, não. Aqui estamos falando sobre a abundância de Deus. O Deus superabundante, o Deus da infinita abundância que fez até as estrelas. Vocês lembram dessa passagem na Génesis? Ele fez até as estrelas.

O Espírito Santo faz com que a igreja esteja no mundo, que o Espírito Santo continue a existir. Não há nada daquilo que somos, nada do que façamos que não seja habilitado e fortalecido pelo Espírito Santo. Não há tempo na história do mundo em que não sejamos sustentados pelo Espírito Santo em toda a criação. E em cada igreja que leva o nome de Cristo, o Espírito Santo compensa a distância preenchendo o espaço que colocamos entre nós. Chamando-nos à unidade e ao amor. Para que nos arrependamos e sintamos dor quando causamos sofrimento a outros.

Este trabalho essencial do Espírito é evidente para nós? Estamos conscientes de que estamos totalmente dependentes da presença e do poder do Espírito Santo? Sem o Espírito Santo, nem sequer podemos sair da cama. Os nossos corações não dariam uma única batida sem o Espírito Santo. Encorajo-vos, de todo o coração, a orar ao Pai, em nome e para a glória do Filho, para que Ele envie o Espírito ao Seu povo, novamente com novo poder, para que a vida de Cristo se renove em nós e a Sua igreja comece a parecer-se com Cristo, para o bem do mundo que Ele ama.

Vinde, Espírito Santo, e acendei os nossos corações com o fogo do vosso amor.

Amém.

 
Justin Welby